ATIVIDADES REMOTAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL




ATIVIDADES REMOTAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

ATIVIDADES REMOTAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A atividade das fotografias registra o 2° Encontro de uma turma do 2° período, por meio do Google Meet.
Por que ela aconteceu?
As crianças queriam brincar de esconde-esconde, no 1° Encontro, mas não sabiam como fazer. Então pediram a ajuda da professora que, no 2° Encontro, trouxe essa proposta de se esconder enquanto os alunos indicavam a localização de cada parte da cabeça do corpo humano a ser colada. Houve interação, houve intencionalidade de construção de conhecimento, por meio do lúdico!

As atividades remotas são possíveis de acontecer na Educação Infantil?

Eu diria que sim, se considerarmos que acesso remoto é uma técnica de aproximação ao que se encontra muito distante, em um lugar longínquo.

Mas, e a interação?

Certo que ela não acontecerá entre os pares… mas pode acontecer entre familiares, pais, irmãos, em casa. E o professor com todos eles, esporadicamente… mas com encontros planejados e orientados, virtualmente.

No entanto, o objetivo maior seria o fortalecimento de vínculos, estratégia fundamental para não deixar as crianças esquecidas e sem entender o que está acontecendo.

Como fazer?

-É essencial orientar que a família construa uma rotina com a criança;
-Planejar atividades de fácil entendimento das famílias, com materiais acessíveis ou alternativos e em tempo curto de execução;
-Sugerir a leitura de livros em família, desenhos, um cardápio de brincadeiras, filmes, atividades práticas, tais como, a confecção de receitas, organização de brinquedos e pequenas tarefas cotidianas.
-Se houver oportunidade de realizar encontros on-line por intermédio de videoconferências, realize atividades que possibilitem também a participação da criança. Se houver oportunidade de construção de conhecimento, faça de forma lúdica e desafiadora…mas use esse momento para a criança fortalecer e gerenciar suas emoções na atual situação que o mundo está vivendo!

Sabe-se que não há previsão legal, nem normativa, para a oferta de ensino remoto na Educação Infantil, mesmo em emergência. As atividades, então, são oferecidas no sentido de contribuir para minimização das eventuais perdas para as crianças,garantindo, assim, atendimento essencial às crianças pequenas e evitando retrocessos cognitivos, corporais (ou físicos) e socioemocionais.
Professora Mariely Ribeiro